Sare Drogarias - Facebook
Carrinho
0 Itens R$ 0.00
Home | Noticias | Noticia 133
Conheça os sintomas e tipos de infecções vaginais
A A A

15/10/2012 - Autor:


O corrimento ou secreção vaginal não necessariamente é sinal da presença de alguma infecção vaginal. A Federação Brasileira das Associações de Ginecologia e Obstetrícia (Febrasgo) explica que existem dois tipos de secreção: a fisiológica, quando há equilíbrio entre os elementos que compõem a flora vaginal, e a anormal, quando tais elementos são produzidos em excesso, e há contaminação por germes e bactérias. A secreção vaginal normal é essencial para a defesa natural da vagina.

Mulheres com diabetes, grávidas, na menopausa ou que fazem uso de antibióticos, anticoncepcionais e corticoides tem maior predisposição a desenvolver infecções vaginais.  Secreções de coloração cinza, amarela ou amarelo-esverdeada, com mau odor, que provocam coceira, ardor, inchaço e dor são sintomas de infecções vaginais. Entre as mais comuns estão:

Candidíase Vulvovaginal: causada pelo fungo Candida albicans, presente em pequena quantidade em todas as mulheres. Quando ocorre algum desequilíbrio na flora vaginal, há um super crescimento desses fungos e instala-se a infecção, caracterizada pelo surgimento de corrimento esbranquiçado,  em quantidades variáveis. É comum que apareça antes do período menstrual. Coceira e ardor genital, que levam à vermelhidão no local, são outros sintomas.

Vaginose bacteriana: é causada pelo desequilíbrio da flora vaginal, com aumento exagerado de bactérias. Em mulheres grávidas, pode provocar o nascimento prematuro do bebê. Um dos sintomas mais frequentes é o corrimento vaginal acinzentado, em quantidade discreta, com forte odor.

Tricomoníase: causada pelo protozoário Trichomonas vaginalis, que se instala no sistema urogenital (urinário e genital). Ao contrario das demais, é considerada uma doença sexualmente transmissível (DST), mas é possível contagiar-se se usar roupas íntimas e toalhas de banho de outras pessoas, ou banheiras contaminadas. O corrimento é amarelo-esverdeado, em quantidade variável, com algum odor anormal. Pode haver desconforto ao urinar.

Preste atenção à cor, aspecto e odor do seu corrimento. Medidas como uma higiene íntima adequada, evitar  roupas justas e tecidos sintéticos, servem como forma de prevenção. Existe a secreção vaginal considerada normal, que não tem cheiro forte e  tem aspecto semelhante à clara de ovo. Consulte o ginecologista se tiver qualquer dúvida.      

Por: AgComunicado


banner1 banner2